Aldeia Indígena Tereguá será atração no Teatro Municipal

A Aldeia Indígena Tereguá, localizada município de Avaí – da terra indígena Araribá, realizará uma apresentação com danças, bate papo e palestra, nesta quarta-feira (11), no Teatro Municipal de Marília.

Aldeia Indígena Tereguá será atração no Teatro MunicipalO evento, realizado pela Prefeitura de Marília, por meio da Secretaria Municipal da Cultura de Marília e Museu Histórico Pedagógico, conta com apoio das Secretarias Municipais do Meio Ambiente/Limpeza Pública e de Educação, faz parte da agenda de comemoração ao Dia do Índio e também do aniversário do Município.

O evento acontece em dois momentos: às 14h, que será restrito às crianças da Rede Municipal de Educação, e às 19h, aberto para o público em geral, com ingresso estipulado em 1 kg alimento ou doação de roupas (adultos e crianças) – que será revertido à Aldeia.

Em ambos horários estarão presentes cerca de 40 indígenas da Aldeia Tereguá, que apresentarão cânticos, artesanatos, danças e rituais típicos da cultura Indígena terena, tupi guarani e kaingangs.  Artesanato indígena e pintura (à venda) das 15h até as 22h.

O tema em debate será “Indígenas do Brasil e a busca por direitos, igualdade e cidadania” e contará com a presença de representantes da Aldeia Tereguá da cidade de Avaí das etnias (Guarani, Terena e Kaingangs).

Entre os convidados está Jehei Pio, representante Terêna –Vice Diretor da escola da Aldeia Teregua, pedagogo formado na USP; um dos descendentes da primeira chegada do Terenas da família Pio na década 30, nas terras indígenas Araribá.

Convidado representante do Governo de SP, ligado à Secretaria Estadual da Cultura – da Assessoria de Gênero e Etnias, Efrén Colombani irá falar sobre as políticas públicas cultura indígena no estado, junto com o Pesquisador Indigianista Dafran Gomes Macário, especialista em Gestão Territorial e Ambiental de Terras Indígenas representando a ONG ORIGEM. Haverá certificado de participação.

“É importante ressaltar que a realização do evento tem um sentido histórico fundamental, já que ocorre em meio às comemorações do aniversário de 89 anos de emancipação do Município, oportunidade ímpar para reconhecermos que os Indígenas foram eliminados fisicamente e culturalmente em nossa cidade e que por isso mesmo é nosso dever promover, resgatar e valorizar a cultura Indígena como parte incessante da cultura brasileira e mariliense”, disse o secretário municipal da Cultura, Andre Gomes.

A programação conta ainda com apoio do Museu Histórico e Pedagógico de Marília, que levará exposição do acervo indígena com bonecos de barro, bordunas (espécie de porrete), armas de madeira (formato de sabre), pente de bambu, chocalho de cabaça, tigela Kaingang de barro queimado, colares, arco e flechas, cestas para coleta de sementes e frutas e cocares com penas de aves. Os objetos são das etnias  Kaingang, Terêna, Tupi Guarani e de outras aldeias brasileiras.

 

Programação:

Aldeia Tereguá (terena, guarani, kaingangs)

Dia 11 de abril

Local: Teatro Municipal de Marília

1ª Sessão: 14h – apresentação para as escolas de ensino integral da Rede Municipal de Ensino

Programação da tarde:

– Vídeo da historia de Marília – Museu Histórico Pedagógico de Marília

– Danças das Etnias Terêna e Guarani (Mulheres, Homens, Guerreiros) Cânticos Tupi Guarani

– Bate papo

 

2ª sessão: 19h – aberta ao público em geral

Entrada 1 kg alimento ou doação de roupas (adultos e crianças)

Programação:

– Abertura: danças, cânticos Terena, Tupi Guarani, Kaingangs

– Palestra: Indígenas no Brasil e a busca por direitos, igualdade e cidadania

 

 

Fotos: Divulgação/Secretaria da Cultura

Facebook Email