Incentivo à amamentação: Marília terá ‘Hora do Mamaço’ na tarde desta sexta-feira

Mães se encontrarão para amamentar em frente a Prefeitura Municipal; profissionais de saúde distribuem material informativo e haverá performance artística

A praça Saturnino de Brito, em frente a Prefeitura de Marília, será palco, nesta sexta-feira (01), a partir das 13h30, da edição local da “Hora do Mamaço”. Dezenas de mães são aguardadas para amamentar seus filhos no local. A atividade encerra a agenda 2017 do mês da amamentação, promovido o BLH (Banco de Leite Humano), um serviço da Secretaria Municipal de Saúde.

Profissionais de saúde distribuirão material informativo e haverá performance artística sobre o tema. O “Agosto Dourado” é um movimento global apoiado por organizações internacionais, incluindo a Waba (World Alliance for Breastfeeding Action), para estimular ao redor do mundo a alimentação dos bebês com o leite materno.

A cor tema decora monumentos públicos, fachadas, serviços de saúde e remete ao líquido precioso que alimenta e imuniza as crianças. Em Marília, dezenas de USFs (Unidades Saúde da Família) e UBSs (Unidades Básicas de Saúde) fizeram decoração para receber a população.

No mês de agosto, as equipes de enfermagem intensificaram as orientações sobre amamentação nos grupos de gestantes e puérperas, visitas domiciliares e puericultura. A ação foi formatada em forma de gincana entre as unidades, estimulando servidores e gerando mais resultados. Os números de atendimento já estão sendo apurados.

A supervisora do Banco de Leite Humano, enfermeira Sandra Domingues, lembra que ações como essa incentivam as mulheres à amamentação e também à doação ao serviço especializado, que atende dezenas de bebês internados em UTIs de hospitais de Marília.

Para se ter uma ideia da relevância do serviço, durante o ano de 2016 foram coletados 942 litros de leite humano, graças a iniciativa de 501 doadoras. O alimento permitiu o atendimento a 546 bebês internados ao longo do ano.

“O colostro, leite produzido até o 7° dia após o nascimento, é rico em imunoglobulinas, por isso, o consideramos uma verdadeira vacina, indispensável ao recém-nascido. Do 8° ao 15° dia, temos a chamada fase de transição e depois o leite maduro”, explicou Sandra.

O Ambulatório de Aleitamento atende ainda mulheres com dificuldades na amamentação, provocadas por engorgitamento mamário (popularmente conhecido como peito empedrado), fissuras no seio (rachaduras), mastite, abcesso mamário, entre outras causas.

MAMAÇO

A Hora do Mamaço nesta sexta-feira (01) terá participação livre de todas as interessadas. Basta comparecer e amamentar. O ônibus da Saúde estará estacionado na praça Saturnino de Brito para apoio, com trocador. A performance artística, explica Sandra, ainda está sendo preparada e irá emocionar os presentes e quem passar pelo local.

A iniciativa reproduz uma ação criada no Brasil pela AMS (Apoio Materno Solidário) e ganhou até um blog específico para estimular e divulgar a “Hora do Mamaço” em cada localidade. A maioria dos municípios realizou no dia 02 de agosto, em praças, parques e outros espaços públicos.

Em Marília, a Hora do Mamaço mobiliza, além do Banco de Leite, outros setores da Secretaria Municipal de Saúde, como o Nepen (Núcleo de Educação Permanente), Atenção Básica, Saúde da Mulher e Saúde da Criança, Setor de Projetos, Sub-frota da Saúde, entre outros.

Mais informações podem ser obtidas pelo www.horadomamaco.wordpress.com. O tema também é destaque no site www.waba.org.my. O Banco de Leite de Marília está instalado na rua XV de Novembro, 50, com atendimento ao público das 07h30 às 13h30. O telefone é o 3413-8696.

 

Fotos: Reprodução Internet / Fundação Abrinq (Flickr)

Facebook Email