Prefeitura adita contrato para o transporte escolar e vai economizar R$ 1,5 milhão

Governo do Estado aumentou participação em 74% do custeio; recursos economizados vão para manutenção da frota

Com economia de R$ 1,5 milhão aos cofres municipais para os próximos 12 meses, a Prefeitura de Marília, por meio da Secretaria Municipal de Educação, manterá o transporte para cerca de 1.700 estudantes das escolas estaduais de Marília. A informação foi divulgada nesta quarta-feira (02), pelo titular da pasta, professor Beto Cavallari. A participação do Estado subiu para 74% do custeio.

1-_DSC6034O termo aditivo no convênio, válido para o período 2017/2018, foi assinado pelo prefeito Daniel Alonso e pelo chefe da pasta no Estado, José Renato Nalini. Diariamente, a parceria garante ônibus para 878 alunos estaduais e vale-transporte para outros 862.

Beto explica que o transporte escolar é assegurado por lei quando o aluno da rede estadual reside a mais de dois quilômetros do estabelecimento de ensino. O uso dos coletivos urbanos é um recurso possível para estudantes com mais de 12 anos.

O secretário destaca que o bom relacionamento institucional, mediante a parceria entre o Governo do Estado e a Prefeitura de Marília, permitiu o novo percentual. “A participação do município passa agora para 27% do custeio total do transporte escolar dos alunos do Estado, uma proporção que consideramos adequada para que possamos equilibrar as contas e ao mesmo tempo manter o serviço com a qualidade e a segurança que os alunos necessitam”, disse o secretário.

FROTA

O coordenador de transportes da Secretaria Municipal de Educação, Fabiano Benedito Daquino, explica que os alunos do Estado são transportados por meio da frota terceirizada, contratada pela prefeitura mediante licitação.

Os recursos economizados com o aditamento, segundo ele, serão usados para a manutenção da frota própria. “Com gestão, a Secretaria de Educação recuperou dezenas de veículos este ano e estamos melhorando a cada dia. Foram adquiridas, no início deste ano, seis ônibus e sete vans que entrarão em operação já no segundo semestre”, lembrou o coordenador.

Diariamente, os motoristas da Secretaria Municipal de Educação e das terceirizadas transportam cerca de 4 mil crianças na cidade. O trabalho é feito por cerca de 100 condutores habilitados para o transporte escolar.

 

Fotos: Mauro Abreu

Facebook Email