Secretaria de Assistência Social reestrutura Programa de Leite

A SADS (Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social) vem trabalhando na reestruturação dos programas de entregas de leite para a população de Marília.

Para atender às demandas da população, uma equipe é responsável pelas melhorias que são feitas de maneira gradual, participativa e sem interrupção.

Entre as solicitações mais frequentes, a de maior consenso entre os usuários, voluntários de entrega e órgão gestor, era com relação ao transporte e distribuição de leite nos pontos de entrega.

Depois de tentativas fracassadas com a empresa responsável pelo transporte em se adequar aos termos da licitação, a secretária municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, Wania Lombardi, convocou a segunda colocada no processo.

“Atrasos no horário de entrega, falta de devolução das caixas de transporte e, principalmente, a frequente ausência de caminhão refrigerado na entrega, motivaram minha decisão”, afirmou a secretária.

Com a distribuição e entrega sendo realizadas conforme acordado em licitação, o próximo passo é corrigir falhas nos pontos de entrega que são realizados por voluntários dos bairros.

Segundo a SADS, as pessoas desconhecem as condicionalidades do programa e o caminho correto de conseguir o leite, imaginando que cabe ao entregador os critérios de distribuição.

Para a secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social, isso acontece devido à ausência, suporte e distanciamento de muitos anos da pasta com os voluntários, deixando-os totalmente sem respaldo.

Um grande encontro com todos os voluntários do leite está sendo preparado para este mês, com o objetivo de corrigir a ausência da secretaria durante todo esse tempo, mas também de passar as informações necessárias sobre as condições da família e o modo de entrar corretamente no programa.

“Esta reunião será para ouvirmos as dificuldades dos voluntários e explicar que o modo correto de entrar no programa é manter o cadastro único atualizado no Cras (Centro de Referência de Assistência Social) e, uma vez dentro do programa, a criança ser acompanhada através da pesagem e tiragem de medidas”, ressaltou Wania Lombardi.

 

 

Fotos: Secretaria de Assistência Social

Facebook Email