Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Marília - SP e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura Municipal de Marília - SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
DEZ
13
13 DEZ 2021
PROJETOS
Chefe do Executivo busca recursos federais para implantação do Parque Tecnológico de Marília
O parque em Marília terá investimento que pode chegar a quase R$ 30 milhões e ocupará uma área de 200 mil m² no distrito de Lácio

O prefeito Daniel Alonso, em busca da instalação efetiva do Parque Tecnológico de Marília, esteve nesta segunda-feira (13) em São Paulo em audiência com o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes.
Daniel Alonso participou do anúncio de Chamada Pública para a Retomada e Incremento de Parques Tecnológicos no Brasil, que aconteceu no salão nobre da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo), na capital paulista, organizado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações.
A intenção do chefe do Executivo é trabalhar em várias frentes junto ao Governo Estadual e Federal e parceiros para a implantação do Parque Tecnológico, que já tem credenciamento provisório determinado pelo Governo desde 2017, no primeiro ano da gestão do prefeito Daniel Alonso.
“Nosso principal objetivo é atrair novas empresas e gerar milhares de empregos na área da tecnologia da informação. Vamos fazer de Marília um “Vale do Silício do Centro Oeste Paulista” e entrar para a história”, disse Daniel Alonso, prefeito de Marília.
“Em poucos anos vamos criar em Marília um ambiente de conexão e ecossistemas integrados, Marília será conhecida como uma cidade inteligente”, salientou Daniel Alonso.
O parque em Marília terá investimento que pode chegar a quase R$ 30 milhões e ocupará uma área de 200 mil m² no distrito de Lácio.
A Fundação de Ensino Eurípides Soares da Rocha, mantenedora do centro universitário, gerida pelo Reitor Dr. Luiz Carlos de Macedo Soares, será a instituição gestora do Parque Tecnológico. E o Codem (Conselho de Desenvolvimento Estratégico de Marília) tem sido um importante aliado para a instalação desse Parque Tecnológico.
Dois dos requisitos para a instalação do Parque Tecnológico são a existência de um Centro de Inovação Tecnológica e um Centro Incubador de Empresas, que já existem dentro do campus e são chamados respectivamente de CITec-Marília e CIEM.
Um projeto em 3D do Parque Tecnológico de Marília foi contratado pelo Univem e foi desenvolvido pela empresa NPC Arquitetura do renomado arquiteto mariliense Valério Pietraroia.

O QUE É UM PARQUE TECNOLÓGICO?
Um parque tecnológico é um ambiente onde estão instaladas diversas empresas de segmentos diferentes, mas que têm a tecnologia como ponto focal de seus negócios.
O que difere um parque tecnológico de um distrito industrial é uma gestão voltada à inovação, que estabelece estratégias para integração entre as empresas, com as instituições de ensino e pesquisa, além de serviços especializados para apoiar a competitividade e inovação das residentes neste ambiente.


Fotos: Assessoria de Imprensa PMM

Seta
Versão do Sistema: 3.2.2 - 02/05/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia