Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Marília - SP e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Prefeitura Municipal de Marília - SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Saúde
Saúde Mental
AVALIAR


Nessa página você encontrará: 
1. O que é a RAPS – Rede de Atenção Psicossocial ?
2. Onde  posso procurar ajuda  em saúde  mental em Marília?
3. O que preciso saber sobre os  CAPS?
4. Se eu precisar de atendimento em saúde mental depois das 17h ou no final de  semana?
5. Dicas para manter uma boa saúde mental
6. Endereços e telefones das unidades de saúde



 
  O que é a RAPS – Rede de Atenção Psicossocial?

A Rede de Atenção Psicossocial se refere à estrutura física e integrativa que fornece atendimento em saúde mental. Deve ser entendida de maneira ampla para além de tratamento, envolvendo  prevenção e promoção à saúde.

Toda a rede está organizada de modo a manter o usuário SUS, que necessita de cuidado em saúde mental, incluso na comunidade, evitando todo e qualquer tipo de exclusão, incluindo internações prolongadas.


E onde a RAPS acontece? 
Na Atenção Básica
Unidade Básica de Saúde;
Núcleo de Apoio a Saúde da Família;
Consultório de Rua;
 Apoio aos Serviços do componente Atenção Residencial de Caráter Transitório;
• Centros de Convivência e Cultura.
 
 Na Atenção Psicossocial Estratégica
• Centros de Atenção Psicossocial nas suas diferentes modalidades.
 
Na Atenção de Urgência e Emergência
• SAMU 192;
• Sala de Estabilização;
• UPA 24 horas e portas hospitalares de atenção à urgência /pronto socorro,
• Unidades Básicas de Saúde.
 
Na Atenção Residencial de Caráter Transitório
• Unidade de Acolhimento;
• Serviço de Atenção em Regime Residencial.
 
Na Atenção Hospitalar
• Enfermaria especializada em hospital geral;
• Serviço Hospitalar de Referência (SHR) para Atenção às pessoas com sofrimento ou transtorno mental e com necessidades decorrentes do uso de crack, álcool e outras drogas.
 
Na Estratégia de Desinstitucionalização
• Serviços Residenciais Terapêuticos (SRT);
• Programa de Volta para Casa (PVC).
 
Na Estratégias de Reabilitação Psicossocial
• Iniciativas de Geração de Trabalho e Renda;
• 
Empreendimentos Solidários e Cooperativas Socais.


 
  Onde  posso procurar ajuda  em saúde  mental em Marília?

Na Rede de Atenção Básica (USF e UBS)
As unidades de saúde de cada território (os populares “postinhos”)  são responsáveis pelo acolhimento e coordenação do cuidado de todas as condições de saúde que não caracterizem uma emergência. Com a saúde mental, não é diferente! Se você se encontra triste, abatido, desesperançoso, com crises de ansiedade e desespero, extrema irritabilidade e questionando o valor da vida, ou se você tem enfrentado problemas pelo uso  problemático de álcool ou outras drogas, você deve procurar acolhimento às 7h da manhã na unidade mais próxima à sua casa. Nossa equipe de atendentes, enfermeiros, médicos e psicólogos está preparada  para acolher as queixas emocionais e iniciar o tratamento, do mesmo modo que acontece quando você tem uma dor, alergia, resfriado ou qualquer outro problema “do corpo”.


As unidades de atendimento especializadas
Nem toda condição de saúde mental necessita de cuidados especializados, mas uma parte delas, sim. Após atendimento na rede básica, caso não obtenha melhora com o tratamento inicial ou se houver uma dificuldade diagnóstica, por exemplo, você será encaminhado a uma unidade que conta com equipe multiprofissional: enfermagem, terapia ocupacional, assistência social, psicologia e médico psiquiatra, algumas delas contam também com fonoaudiologia e fisioterapia.

Esse cuidado especializado pode acontecer em lugares diferentes: na policlínica da zona oeste, no AME Unimar, no Ambulatório de Saúde Mental da Famema, na Equipe EMAESM ou em um dos CAPS (Centro de Atenção Psicossocial) que em Marília são três :
Caps i Catavento - Para crianças e adolescentes
Caps Conviver – Para adultos

Caps AD – Para adultos e adolescentes

As vagas para as equipes ambulatoriais são geradas conforme fila de espera e encaminhamento pelas equipes de rede básica.

 
  O que preciso saber sobre os CAPS?

O CAPS (Centro de Atenção Psicossocial) é  um centro de extrema importância em saúde mental pois é o principal serviço substitutivo da lógica manicomial que separou e isolou pessoas em tratamento por muitos anos nos antigos hospitais psiquiátricos. O Caps prioriza o tratamento com a pessoa envolvida na comunidade, favorece a inclusão da família e capacita a mesma no cuidado e atenção da pessoa com transtorno mental.

No Caps é possível realizar o tratamento psiquiátrico mas ele não é a prioridade. O paciente é incentivado a buscar aquilo que está para além das medicações como atividades físicas, uso dos espaços públicos como bibliotecas, cinemas, praças, feiras e grupos sociais  que promovem a inclusão e a interação na comunidade. O foco é trabalhar a autonomia da pessoa até que o transtorno metal deixe de nortear e organizar seu dia a dia e passe a ser apenas mais um aspecto que exige cuidado. Nesse sentido, o CAPS prioriza o cuidado de pessoas cujo transtorno mental compromete sua autonomia de auto-cuidado e participação na vida cível e trabalhista.

As pessoas que enfrentam sofrimento emocional mas conseguem manter suas rotinas de trabalho/estudo e relacionamentos pessoais devem realizar o tratamento preferencialmente, na rede de atenção básica.


Os nossos Caps:
 

CAPS COM-VIVER   
Funcionamento: de segunda a sexta-feira, das 7h às 17h 
Endereço: Rua Marques de São Vicente, n° 322, atrás do Yara Club no Bairro Maria Izabel
Telefone: 14 3434-2037


CAPS CATAVENTO (INFANTIL)
Funcionamento: de segunda a sexta-feira, das 7h às 17h (acolhe preferencialmente de segunda a quinta às 7h e às 13h)
Endereço: Rua Alcides Nunes, n° 1100, atrás do Lar Amelie Boudet
Telefone: 14 3451-1660
 

CAPS AD
Funcionamento: de segunda a sexta-feira, das 7h às 17h (acolhe preferencialmente às 7h da manhã) 
Endereço: Av. Santo Antônio, n° 1669
Telefone: 14 3434-2549

 
  Se eu precisar de atendimento em saúde mental depois das 17h ou no final de semana? 

Em Marília contamos com alguns locais de atendimento em urgência/emergência, são eles:

Pronto Atendimento da Zona Sul: Rua Antônio Pereira da Silva, n° 288 - Vila Hípica
UPA da zona Norte: Rua João Caliman, n° 110 - Parque das Nações
Pronto Socorro do Hospital de Clínicas: Rua Dr. Reinaldo Machado, n° 255 - Fragata
 
É importante esclarecer que esses locais estão programados para atendimentos de situações circunstanciais e que não farão cuidado de longo prazo em saúde mental, para seguimento do acompanhamento você deve se dirigir a uma unidade básica. 


 
  Dicas para manter uma boa saúde mental

Escolha o que você vai comer
Seja seletivo e criterioso, saiba falar não para algumas substâncias, por exemplo, açúcar e álcool. Não se esqueça de beber muita água e evitar alimentos embutidos, enlatados e industrializados. Comidas com grande quantidade de açúcar, conservantes, excesso de sódio e o álcool, dificultam o metabolismo de várias substâncias benéficas ao corpo e a mente. Muitas vezes sintomas como indisposição, cansaço, dificuldades de memória e concentração e irritabilidade podem estar relacionados a maus hábitos alimentares.


Pratique exercício físico
Não estamos falando de atividades físicas como aquelas que fazemos na rotina diária ou no trabalho e sim de um tempo programado ao cuidado do corpo e da mente através do gasto energético e fortalecimento corporal. O exercício físico libera endorfina e ajuda na formação de dopamina, principal neurotransmissor relacionado ao bem estar e capacidade cognitiva. Tente encontrar um exercício que você goste e tenha constância.


Mantenha-se com bons vínculos
As pessoas são, em geral, muito diferentes entre si e precisamos constantemente nos sentir pertencentes a um grupo. Muitas vezes esse grupo é a nossa família e outras vezes não é. O certo é que por mais “diferentão” que você seja, sempre vai ter gente que te compreende e que estimula sua criatividade. Entender se você tem pertencimento a um determinado grupo e saber permanecer ou mudar de lugar, pode te ajudar muito.


Encontre um sentido para sua existência
Perceber que tem um sentido você estar nesse mundo é fundamental para te ajudar a resistir aos dias mais difíceis quando tudo parece impossível. O ideal é que você dê à sua existência mais de um sentido, ou seja, que você reconheça sua importância em mais de um aspecto da vida. Muitos de nós colocamos o sentido da existência no cuidado a outra pessoa, como um filho ou filha, um amor, os pais... Claro que esses vínculos podem ser fortes o suficiente para dar sentido às nossas vidas, mas, nesses casos, nós devemos saber que pessoas podem nos decepcionar e também que nós podemos perdê-las e é ai que vamos precisar ter a capacidade de encontrar e nos fortalecer em outros pontos importantes da vida.

Para algumas pessoas, ter uma religião pode ajudar muito, tanto na sensação de pertencimento a um grupo quanto no sentido de viver, para outras talvez seja mais viável encontrar uma profissão altruísta, por exemplo, bombeiro, veterinário,  biólogo... ou uma causa importante de lutar para mudar o mundo (combate aos maus-tratos com animais, combate ao racismo, entre outros).

  Contato

Consulte o endereço e telefone de todas as unidades de saúde de Marília clicando AQUI

 
Seta
Versão do Sistema: 3.3.8 - 08/11/2023
Copyright Instar - 2006-2023. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia