Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Marília - SP e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura Municipal de Marília - SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
OUT
08
08 OUT 2021
DIREITOS HUMANOS
Emdurb e Direitos Humanos definem local para culto das religiões de matrizes africanas
Reunião aconteceu no Cemitério da Saudade e definiu inclusive a construção de uma capela para velório dos adeptos dessas religiões

Após reunião quando nove casas de terreiro de umbanda e candomblé com seus sacerdotes de religião de matriz africana estiveram no Cemitério da Saudade, junto com secretário de Direitos Humanos, Delegado Wilson Damasceno; o presidente da Emdurb (Empresa Municipal de Mobilidade Urbana), Dr. Valdeci Fogaça; e a presidente do Conselho da Promoção da Igualdade Racial, Marílis Custódio de Lima Machado, ficou definido o local para a realização dos rituais litúrgicos de matriz africana, inclusive com a construção de uma capela para velório dos adeptos dessas religiões, conforme as tradições ancestrais.

O projeto e sua organização foram apresentados pelo Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial e já se encontra em poder do presidente da Emdurb, que afirmou envidar todos os esforços no sentido de buscar soluções para concretização deste direito à igualdade religiosa no Cemitério administrado pela empresa pública.

Para o secretario Delegado Wilson Damasceno, a Secretaria de Direitos Humanos vem cumprindo seu papel de mediadora deste diálogo histórico, já que há mais 30 anos as religiões de matrizes africanas pleiteavam, pois nosso princípio de trabalho é baseado na constituição federal.

“É uma propositura que tem respaldo moral e acima de tudo religioso no sentido de que temos que respeitar cada pessoa individualmente, dentro das suas características, e estamos aqui sempre para prezar por isso, nosso trabalho no sentido de respeito e igualdade em todos os sentidos sem distinção, porque nós gestores públicos e o prefeito Daniel Alonso sempre iremos trabalhar de forma igualitária, atendendo a todos de cunho religioso e diversidade”, afirmou o presidente da Emdurb, Dr. Valdeci Fogaça.

Segundo a presidente do Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial de Marília, Marilis Machado, “estamos muito satisfeitos com o acolhimento do Dr. Wilson Damasceno, secretário de Direitos Humanos, bem como a forma democrática de atuação do Dr. Valdeci Fogaça, presidente da Emdurb, em providenciarem um espaço no cemitério para os rituais das religiões de matrizes africanas”.

 

Fotos: Divulgação

Seta
Versão do Sistema: 3.1.7 - 02/12/2021
Copyright Instar - 2006-2021. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia