Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Marília - SP e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura Municipal de Marília - SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
NOV
18
18 NOV 2021
DIREITOS HUMANOS
Chefe do executivo se reúne com bispo diocesano para fortalecimento da rede de apoio aos imigrantes e refugiados
Encontro foi realizado na Cúria Diocesana e contou também com vice-prefeito Cícero do Ceasa e secretário Delegado Wilson Damasceno

O prefeito Daniel Alonso, acompanhado pelo vice-prefeito Cícero do Ceasa e pelo secretário municipal de Direitos Humanos, Delegado Wilson Damasceno, reuniu-se na terça-feira, dia 16, na Cúria Diocesana, com o bispo de Marília, Dom Luiz Antônio Cipolini na Cúria Diocesana.
O encontro teve como missão de união e acolhimento para o fortalecimento da rede de apoio aos imigrantes e refugiados de Marília.
Para o prefeito de Marília, Daniel Alonso, “temos compromisso com valorização do ser humano. Durante período da história os imigrantes geralmente mudam de país para tentar uma vida melhor, como um novo trabalho, hoje devido a crises econômicas, guerras e catástrofes naturais, verifica-se grande deslocamento de famílias em busca de ajuda humanitária, refugiados fogem de conflitos e estão impossibilitados de retornar para a sua pátria. A maior parte das pessoas acolhidas pelos serviços da Prefeitura de Marília são venezuelanos e colombianos, mas também há quem seja originário, por exemplo, dos países árabes, Itália, EUA, Haiti, Peru, Chile, que estão no município em busca de oportunidades e recomeços, e nosso objetivo, com a bênção do bispo Dom Luiz, é a construção da rede de acolhimento para unir as famílias que aqui chegam com o sonho de uma vida próspera e digna em nossa cidade”.
“Tem aumentado a demanda de migrantes internacionais no nosso município, principalmente venezuelanos em situação de vulnerabilidade. Portanto buscamos acolhê-los de forma humanizada, buscando diálogo com a igreja Católica, que possui experiências através da pastoral e da Cáritas, em defesa dos direitos humanos”, afirmou o secretario Delegado Wilson Damasceno.
Encontro marcou compromisso entre as instituições do poder público e com a Igreja Católica para ser incluída na rede de apoio ao imigrante e refugiados através do comitê municipal em formação, que compõem universidades públicas e privadas, religiões, empresários e ONGs, ficando com a referencia a Cáritas Diocesana, que tem sede em Marilia - fundada em 12 de novembro de 1956, sendo uma das 170 organizações-membro da Cáritas Internacional. Sua origem está na ação mobilizadora de Dom Helder Câmara, então Secretário-Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), que possui programas de apoio aos refugiados no Brasil, nos municípios.
Em Marília estará sob nova coordenação, indicada pelo Bispo Dom Luiz Antônio Cipolini, e junto com a Secretaria de Direitos Humanos, atuarão em parceria para atenção humanitária aos estrangeiros mais vulneráveis.
Estiveram presentes: representantes arábes, Salwa mohamad khedher alzand, Mustafa elarbi mohamed elkekli, Balckis Ali Harari Omar, venezuelanas, Sahir del Carmen Barreto Rodriguez, Carmen Deyanira Rodriguez Guzman, Prefeito Daniel e Vice Cícero e assessoria, Secretario de Direitos Humanos Delegado Wilson Damasceno e a Chefe de gabinete, Luciana Santos.

 

Fotos: Divulgação

Seta
Versão do Sistema: 3.2.2 - 02/05/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia