Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Marília - SP e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura Municipal de Marília - SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
DEZ
10
10 DEZ 2021
EDUCAÇÃO
Emef Edméa Sola realiza campanha e vai entregar mais de 80 pacotes de fraldas geriátricas ao Projeto Amor de Criança
Campanha envolveu toda a comunidade escolar e foi sucesso de arrecadação

A Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Profª. Edméa Braz Rojo Sola, que está localizada na rua Nicolino Roseli, 720, no bairro Lorenzetti, encerrou nesta sexta-feira, dia 10 de dezembro, uma campanha de arrecadação de fraldas geriátricas.
A campanha envolveu toda a comunidade escolar e foi um sucesso, conseguindo arrecadar mais de 80 pacotes de fraldas geriátricas, que serão entregues ao Projeto Amor de Criança, desenvolvido na Unimar (Universidade de Marília) pelo médico pediatra Dr. Francisco de Agostinho Júnior.
A diretora da Emef Edméa Sola, Denise Oliveira Fontes, explicou como foi a campanha. “Iremos realizar a formatura dos alunos de 5º anos na próxima segunda-feira, dia 13, no anfiteatro da Unimar. Como contrapartida, eles nos solicitaram a doação de cinco pacotes de fraldas geriátricas. Daí veio a ideia de fazermos uma campanha de arrecadação junto a nossa comunidade escolar e tivemos essa surpresa positiva, conseguindo mais de 80 pacotes para o Projeto Amor de Criança.”
Denise agradeceu aos pais de alunos pelo sucesso na campanha. “Ficamos extremamente felizes pela arrecadação, comprovando que temos uma comunidade escolar muito participante e em sintonia com a nossa escola. Essa campanha deixa a parceria escola/comunidade cada vez mais fortalecida. Agradeço a todos os pais que participaram. Na segunda-feira (13) faremos a formatura e também entregaremos as fraldas geriátricas à Unimar.”

A ESCOLA
A Emef Edméa Sola conta atualmente com 416 alunos, atendendo do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental – faixa etária de 6 a 10 anos de idade -, tendo um total de 18 turmas, sendo nove no período da manhã e nove no período da tarde.
Além da diretora Denise Oliveira Fontes, a equipe é formada pela auxiliar de direção Marisa Frigéria Nakata e pela professora coordenadora Patrícia Gonçalves de Oliveira Souza, além de mais 18 professoras e uma professora adaptada – no total são 50 funcionários, entre servidores e cuidadores.

O PROJETO
A fim de promover uma prestação de serviços de saúde sem fins lucrativos, o "Projeto Multidisciplinar Amor de Criança”, também denominado “Projeto Amor de Criança”, foi criado para a realização da prestação de serviços de saúde e assistencial para as crianças e adolescentes diagnosticados com paralisia cerebral.
Com efeito, sob a coordenação do médico pediatra Francisco de Agostinho Júnior, as atividades do Projeto Amor de Criança são desenvolvidas no Ambulatório Médico de Especialidades (AME), com sede estabelecida nas dependências da Unimar, ao passo que, para a promoção da prestação dos serviços de saúde às referidas pessoas com paralisia cerebral, ele conta com médicos, fonoaudiólogos, nutricionistas, psicólogos, farmacêuticos, biomédicos, enfermeiros, fisioterapeutas e odontologistas.
Além da prestação de serviços multidisciplinar de saúde, no desenvolvimento do escopo assistencial do Projeto Amor de Criança, são doadas às famílias dos pacientes, cestas básicas, fraldas, cadeiras de roda, exames de alto custo e leite especial, bem como, às famílias, o Projeto Amor de Criança propicia uma assessoria e consultoria jurídica gratuita e especializada em proteção aos direitos das crianças e adolescentes diagnosticadas com paralisia cerebral e de seus núcleos familiares.
Desse modo, com um esquema de prioridades e atendimento individual, o Projeto Amor de Criança tem procurado propiciar na melhoria na qualidade de vida de cada criança e adolescente com paralisia cerebral, uma vez que, é visada a promoção da recuperação física de crianças e adolescentes diagnosticadas com paralisa cerebral, bem como, na diminuição das carências materiais ensejadas por fatores sociais, e por conseguinte, elevar ainda mais a dignidade dos núcleos familiares e das crianças e adolescentes diagnosticadas com paralisia cerebral.


Fotos: Divulgação

Seta
Versão do Sistema: 3.2.2 - 02/05/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia