Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Marília - SP e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura Municipal de Marília - SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
DEZ
23
23 DEZ 2021
AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
AgroFloresta doa produção de alimentos ao Projeto Vida Nova
enviar para um amigo
receba notícias
Projeto AgroFloresta recupera uma grande área degradada na zona norte e promove a soberania e segurança alimentar no município

Na quarta-feira, dia 22 de dezembro, o Projeto AgroFloresta, coordenado pelos ambientalistas André Luis de Lima, João Carlos Tramarim e Johnny Thiago Santana, realizou a entrega de alimentos produzidos durante o segundo semestre ao Projeto Vida Nova, aplicando um dos objetivos pelo qual o AgroFloresta foi desenvolvido: garantir a soberania e segurança alimentar.
O Projeto AgroFloresta recupera uma grande área degradada na zona norte da cidade, utilizando o método de reflorestamento, intercalando culturas alimentares através de sementes crioulas, promovendo a soberania e segurança alimentar no município.
Luis André de Lima, coordenador do Projeto, explica a importância que o sistema Agroflorestal representa ao município.
“Iniciamos o Projeto AgroFloresta oficialmente em 29 de julho, e, após meio ano, já estamos apresentando os primeiros resultados. Além da recuperação do solo degradado, onde eliminamos as queimadas urbanas, descartes irregulares de lixo e os criadouros de animais nocivos como escorpiões e o mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue, febre amarela e chikungunya. Estamos recuperando quatro nascentes que estavam assoreadas. Plantamos, ainda, além dos alimentos, 4.500 árvores nativas, com previsão de mais 3.000 até a metade de janeiro. O local será usado também para propagação da educação ambiental, onde os alunos poderão visitar o espaço para aprenderem, de forma prática, sobre agrofloresta e meliponicultura”, disse o coordenador.
O secretário municipal do Meio Ambiente e de Limpeza Pública, Vanderlei Dolce, destaca os trabalhos realizados pelos ambientalistas e a importância da doação dos alimentos àqueles que necessitam de apoio.
“Promover a soberania e segurança alimentar e um dos caminhos apontados pelas Nações Unidas dentro dos sete Objetivos do Desenvolvimento Sustentável. O Projeto Vida Nova abriga dependentes químicos e toda ajuda que chega é de grande valia aos administradores deste grandioso trabalho. Por iniciativa própria, os coordenadores do AgroFloresta escolheram apoiar, através da doação de alimentos, essa atividade que resgata o ser humano muitas vezes do fundo do poço e o devolve à sociedade de forma digna. É o inicio de um trabalho que estamos desenvolvendo em Marília, onde esperamos alcançar outros bairros para extensão deste projeto que recupera áreas degradadas e coloca alimento nas mesas dos mais necessitados”, afirmou Dolce.
A entrega dos alimentos ocorreu nas dependências do Projeto AgroFloresta e contou com a presença do presidente da Câmara, Marcos Rezende; do vice-presidente da Codemar, Sandro Espadoto; do chefe do Meio Ambiente e Gestor Ambiental, Cassiano Rodrigues Leite; e do Interlocutor do Programa Município Verde Azul, Leandro Silva Rodrigues, além dos coordenadores dos projetos envolvidos.


Fotos: Divulgação

Seta
Versão do Sistema: 3.2.3 - 06/06/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia