Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Marília - SP e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura Municipal de Marília - SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
ABR
13
13 ABR 2022
DAEM
Represa Cascata recebe obra para preservação e recuperação
enviar para um amigo
receba notícias
Ação faz parte do programa “Rio Vivo”, que prevê revitalização em cerca de 3.000 km em cursos d’água

A remoção de cada metro cúbico de terra e detritos, arrastados para dentro da represa Cascata, faz diferença para preservar o mais simbólico manancial de Marília. Intervenção do Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE) do Estado de São Paulo, com apoio da Prefeitura de Marília, por meio do Daem (Departamento de Água e Esgoto de Marília), que teve início na segunda-feira, dia 11, quer reduzir assoreamento às margens da represa.
Ação faz parte do programa “Rio Vivo”, que prevê revitalização em cerca de 3.000 km em cursos d’água, contemplando córregos, ribeirões e açudes como o de Marília, ao longo de um ano.
Primeiro sistema de abastecimento da cidade, a represa Cascata é responsável atualmente por 10% do volume diário consumido. A capacidade do manancial – reforçado por um poço profundo e pela Represa do Norte – pode gerar até 7.920 metros cúbicos por dia, o bastante para 36.600 pessoas.
Mas sem intervenções que dificultem a chegada de terra e detritos em seu centro – parte mais profunda, com até 23 metros – o reservatório fica ameaçado.
De acordo com o engenheiro Denis Araújo, diretor do DAEE, o trabalho está sendo feito por uma máquina que trabalha na margem, alcançando vários metros na água. O objetivo é remover um banco de areia que se formou próximo à entrada da água.
Não há estimativa do volume de água que pode ser incrementado, mas a expectativa é que possa haver melhora que permita a ampliação da vazão, sobretudo no período de maior escassez hídrica. O Estado também não divulgou o valor do investimento específico na intervenção da Cascata.

POÇO PROFUNDO
No final de janeiro deste ano, o então governador João Doria autorizou um convênio para obras de perfuração de poço profundo em Marília, no valor de R$ 4 milhões. A execução será sob a responsabilidade da Prefeitura de Marília, através do Daem.
O poço no Aquífero Guarani – até 1.500 metros de profundidade – será perfurado na zona Norte de Marília, com reservatório no bairro Altos do Palmital.

* Com informações do site Marília Notícia

Fotos: Divulgação

Seta
Versão do Sistema: 3.2.3 - 06/06/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia