Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Marília - SP e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura Municipal de Marília - SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
NOV
11
11 NOV 2022
SAÚDE
NOTA SAÚDE – CASO DE CHIKUNGUNYA
enviar para um amigo
receba notícias
A Prefeitura de Marília, por meio da Secretaria Municipal da Saúde, confirmou na manhã desta sexta-feira, dia 11 de novembro, o primeiro caso positivo de chikungunya de 2022 – no ano passado nenhum caso havia sido registrado.
O caso confirmado é de um homem, de 69 anos, morador no bairro Toffoli, zona sul da cidade. Ele havia realizado exame particular de dengue positivo, pois apresentava febre, mialgia exantema e artrite, com início de sintomas no dia 3 de outubro.
Como não havia histórico de viagem, foi realizado teste para chikungunya, em laboratório de referência estadual Adolfo Lutz, que confirmou o resultado para chikungunya. O paciente passa bem.
“Como o município apresenta hoje essa transmissão confirmada para a doença, estamos alertando à população para cuidarem de seus quintais, já que a transmissão também é através do mosquito Aedes aegypti. A equipe da Divisão de Zoonoses vai fazer uma ação de controle na área neste sábado (12), porém precisamos do auxílio da população para manter seus quintais limpos, tirando todo recipiente que pode acumular água”, disse o secretário municipal da Saúde, Dr. Sérgio Nechar.

O QUE É CHIKUNGUNYA?
A chikungunya é uma doença causada por um vírus, chamado CHIKV, com um conjunto de sintomas que é bastante similar ao da dengue. A transmissão da chikungunya, inclusive, é por meio do mesmo mosquito, o Aedes aegypti, nos ambientes urbanos. No meio rural, é o mosquito Aedes albopictus que faz essa transmissão.
Pode ser chamada de febre chikungunya e, uma vez que a pessoa é picada por um mosquito infectado com o vírus, ela pode levar de quatro a sete dias para desenvolver os sintomas da doença.

COMO É A TRANSMISSÃO?
Pacientes que estão em cidades grandes ou ambientes urbanos acabam se infectando com o chikungunya por meio da picada do mosquito Aedes aegypti, o mesmo mosquito capaz de transmitir a dengue.

QUAIS SÃO OS SINTOMAS?
Entre os sintomas apresentados por um paciente infectado por chikungunya, pode-se destacar: febre alta (acima dos 39° C) de começo súbito; dor intensa nas juntas, geralmente em ambos os lados do corpo; pele e olhos avermelhados e irritados; erupções na pele que coçam; conjuntivite; dor no corpo; dor de cabeça; náuseas e vômitos.
O principal sintoma de chikungunya é a dor muito intensa nas articulações. O paciente pode continuar sentindo essa dor por meses e até anos após superar a doença. 
O indivíduo também pode apresentar dificuldade para movimentar os membros e articulações por conta das dores. Essa é apontada como uma das sequelas do chikungunya. Os outros sintomas podem durar até 14 dias.

COMO PREVENIR O CHIKUNGUNYA?
A prevenção é feita por meio do combate a qualquer foco de mosquitos, como água parada. É evitando a reprodução desses insetos que se previne a transmissão do chikungunya.
Secretarias Vinculadas
Seta
Versão do Sistema: 3.2.9 - 07/12/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia