Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Marília - SP e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Prefeitura Municipal de Marília - SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
NOV
17
17 NOV 2023
CULTURA
Contribuição da cineclubista e professora Maria de Lourdes Horiguella e legado na formação de público são celebrados em homenagem do Festival de Cinema
enviar para um amigo
receba notícias
Impacto de dedicação da ativista do Clube de Cinema de Marília (CCM) é duradouro e persiste até os dias de hoje na comunidade cinematográfica
Formada em Pedagogia pela Universidade Estadual Paulista ‘Júlio de Mesquita Filho’ (Unesp), a professora universitária Maria de Lourdes Morales Horiguella é uma das principais ativistas do Clube de Cinema de Marília (CCM). Com mestrado e doutorado em Psicologia Experimental pela Universidade de São Paulo (USP), Maria de Lourdes se uniu a um grupo de jovens idealistas que visavam a criação de uma entidade cultural. Esta entidade visava a difusão do cinema como arte, cultura e meio de expressão. Dessa forma, a proposta era aprimorar a apreciação da técnica artística e histórica da obra cinematográfica.
 
A sociedade se reunia na Alfaiataria Cimino, situada na antiga avenida Mauá, atualmente avenida Tancredo Neves, e era formada por Alfeu Afonso, Fausto Augusto Battistetti, Roberto Caetano Cimino, Sérgio Albeiro, Sebastião Viera Alves e Wilson Pinto. Mais tarde, entraram para a sociedade Luiz Fellipe de Melo Filho, Miguel Maurílio Saad, Benedito André e a professora universitária Maria de Lourdes Morales Horiguella. Durante esse período, o Clube de Cinema de Marília viveu sua fase mais gloriosa, atraindo atores, atrizes e diretores da sétima arte de renome nacional e internacional, todos vindo para a Cidade Símbolo de Amor e Liberdade para concorrer ao prestigioso Prêmio Curumim.
 
A retomada do Festival de Cinema de Marília, que acontece de sexta-feira, dia 17, a segunda, dia 20 de novembro de 2023, além de oferecer uma programação repleta de produção de qualidade, busca também honrar aqueles que contribuíram significativamente para o crescimento e reconhecimento do cinema na região de Marília. A cineclubista Maria de Lourdes Morales Horiguella é o destaque da edição 2023, celebrando o seu legado e impacto duradouro na comunidade cinematográfica. Ela é considerada uma das figuras fundamentais na preservação da história cinematográfica, pois durante anos se dedicou ao desenvolvimento cultural de Marília.
 
Sobre o Festival de Cinema
 
Organizado pelo Clube de Cinema de Marília (CCM) em parceria com o Núcleo de Audiovisual de Marília e Região (NAV), o Festival de Cinema de Marília conta com o apoio da Prefeitura Municipal de Marília, Secretaria da Cultura de Marília, além de produtores, agências e entidades locais. Com uma seleção diversificada de filmes, incluindo documentários e narrativas instigantes, irá apresentar prêmios de destaque para o Melhor Filme pelo Júri Popular, escolhido pelo voto do público.
 
Em 1960, o Festival de Cinema em Marília fez história como o primeiro festival de cinema do Brasil, conquistando reconhecimento internacional e atraindo grandes celebridades da indústria cinematográfica nacional da época. Essa realização pioneira precedeu o famoso Festival de Gramado, no Rio Grande do Sul, que teve início em 1973.
 
Foto: Divulgação
 
 
Seta
Versão do Sistema: 3.4.0 - 05/02/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia