Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Marília - SP e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Prefeitura Municipal de Marília - SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
DEZ
05
05 DEZ 2023
CULTURA
Secretaria Municipal da Cultura e Cia Corpus realizam 1ª residência internacional de teatro físico no Interior do Estado de São Paulo
enviar para um amigo
receba notícias
A capacitação integra programação da III Mostra Internacional de Teatro de Marília, encerrada domingo, dia 3
A Secretaria Municipal da Cultura de Marília, em parceria com a Cia Corpus de Teatro, realiza de 5 a 9 de dezembro a 1ª Residência Internacional de Teatro Físico do Interior Paulista. A Residência integra a programação da III Mostra Internacional de Teatro de Marília, que contou com apresentações gratuitas no período de 26 de novembro a 3 de dezembro, com grupos da Argentina, Chile, Peru, México e Brasil.
 
Serão oferecidas 50 vagas e as inscrições gratuitas devem ser feitas pelos telefones (14) 99665-1908 e (14) 98100-0517. A coordenação da Mostra e da Residência é do diretor Gonzalo Pérez. Pérez é ator profissional, diretor da Cia. Corpus de Teatro Físico Brasil-Chile. Durante toda a programação residência, artistas chilenos e estrangeiros vão desenvolver atividades de integração, formação e especialização, através de práticas e sessões diárias de treinamento físico-sensitivo (corporal, vocal e interpretativo) no período da manhã e oficinas de formação teatral durante o período da tarde/noite. A programação irá relacionar cada uma das oficinas a um repertório de linguagens cênicas que se concentraram nas seguintes linhas:  narração oral e gestualidade física, corporeidade e interpretação de códigos não verbais e direção cênica de espaços.
 
Cada capacitador desenvolverá oficinas intensivas a partir destas linhas de trabalho e atividades de formação específica em teatro físico que terá como fio condutor e tema principal: “A relação do corpo do ator com o elemento água e seu discurso poético interdisciplinar”. Durante o processo a equipe de profissionais trabalhará a partir de três elementos técnicos ou princípios de ação dramática para executar e reproduzir ações físicas, gestos, e composições espaciais que permitam desenvolver um diálogo cênico interativo: trabalho técnico corporal, trabalho experimental, e trabalho de montagem. Tendo como base de estudo o dispositivo corporal como um exemplo de ação física para realizar e produzir uma emoção, e construir de forma experimental a dramaturgia cênica ou performance.
 
Conheça os professores
 
Gonzalo Pérez (Chile-Brasil - coordenador):  Ator com 28 anos de carreira profissional nacional e internacional, diretor teatral, docente em artes cênicas e especialista em teatro físico. Diretor artístico da Cia. Corpus (Brasil-Chile). Mestrado em Artes com Menção em Direção Teatral da Universidad de Chile, sobre a investigação e criação do manifesto: “O atletismo afetivo de Antonin Artaud". Como professor de artes cênicas, trabalha a mais de 20 anos no Brasil, país onde desenvolve atualmente a sua investigação cênica sobre a relação corpo- emoção em espaços extra- cotidianos e públicos. Já dirigiu mais de 20 espetáculos.
 
Silvia Romero (México): Atriz e professora, formada em Ciências e Técnicas da Comunicação; graduada do Diplomado Intensivo para a Profissionalização Teatral (Centro Dramático de Michoacán CEDRAM 2007-2009). Formada em Técnica Teatral e diplomada em Atuação (Ambos coordenados pelo Instituto Nacional de Belas Artes, a través da Coordenação Nacional de Teatro, a Escola Nacional de Arte Teatral e o Instituto de Cultura do Estado de Durango 2009-2010). Ganhadora do prêmio a melhor atriz pelo seu personagem da “Maria” no monólogo: A Mulher Sola, de Darío Fo no Primeira Mostra de Teatro em Espaços Alternativos, Durango 2011. Atuou nas coproduções México Espanholas “Señorita Julia” de August Strindberg y “Sarah y Nora toman el té de las cinco” de Juan Luis Mira. Diretora e fundadora da companhia Catarsis Teatro
 
Roberto Sánchez Piérola (Peru):  diretor e professor. Fundador de CUER2, plataforma de pesquisa e criação artística em performance com mais de vinte anos de trabalho, com a qual dirigiu projetos independentes e em coprodução com a Casa da Literatura Peruana, onde também dirige o elenco teatral da instituição. Criador e diretor de numerosas obras teatrais, ganhadoras de prêmios, publicadas em antologias e revistas, apresentadas em turnês e festivais de teatro locais e internacionais (Argentina, Brasil, Cuba, Chile, Equador, Estados Unidos, Reino Unido), onde realizou oficinas e residências. Como acadêmico tem escrito diversos artigos para publicações especializadas, entre elas a História das Literaturas no Peru. Como dramaturgo, tem sido incluído pelo crítico francês Roland Forgues na última edição de seu livro de entrevistas a dramaturgos peruanos “Palavra Viva”, e em conjunto da sua obra tem sido analisado no livro “Românticos y pós-modernos”, um estúdio do investigador Alfredo Bushby sobre a dramaturgia peruana de mudança de século.
 
Javier Barrera (Chile): Ator e professor. “Minha relação com a cultura nasce há 18 anos, somando a nossos espetáculos de teatro, circo teatro, dança teatro una intensa e rica relação com o público de distintos lugares do país, e no estrangeiro como Argentina, Uruguai, Brasil, Colômbia e Bolívia, montando nossas obras e ministrando oficinas baixo o método Lecoq para teatros, universidades, centros culturais, colégios, cadeias, festivais nacionais e internacionais de teatro, empresas, entre outros. Desenvolvendo uma identidade que pertence ao teatro do corpo e a cultura cômica popular, com dramaturgias que nascem da investigação da vida cotidiana e seus conflitos pessoais e sociais”.

Fotos: Divulgação
 
Seta
Versão do Sistema: 3.4.0 - 05/02/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia