Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Marília - SP e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Prefeitura Municipal de Marília - SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
DEZ
22
22 DEZ 2023
ASSISTÊNCIA SOCIAL
CULTURA
Encerramento de Oficina de Cordas com crianças dos Centros de Convivência Padre Nóbrega e Santa Antonieta é realizado com o espetáculo ‘Acordes que ecoam’
enviar para um amigo
receba notícias
Apresentação contou com as participações de 36 crianças no palco do Teatro Municipal de Marília ‘Waldir Silveira Mello’
O Teatro Municipal de Marília ‘Waldir Silveira Mello’ foi palco em 15 de dezembro do encerramento das atividades do projeto cultural ‘Oficinas Criativas Arte e Sustentabilidade’, que contou com o apoio da Prefeitura Municipal de Marília e da Secretaria Municipal da Cultura de Marília. A iniciativa teve incentivo da Lei Rouanet (Ministério da Cultura) e produção da Renovarte Produtora e patrocínio da CPFL Energia.
 
Na oportunidade, os alunos participantes tiveram a possibilidade de se apresentar, consolidando os resultados culturais alcançados pela iniciativa. Jaci Furquim e o Grupo Cartola Branca também se apresentaram, enriquecendo o espetáculo. O projeto ‘Oficinas Criativas’ teve início em abril, com oficinas musicais focadas em instrumentos de cordas. O programa contou com duas turmas, uma do Centro de Convivência de Padre Nóbrega e outra do Santo Antonieta, contando com a participação de 50 integrantes, todavia na apresentação final 36 alunos se exibiram.
 
O curso recebeu a doação de 22 violões cordas de nylon, 2 guitarras, 1 contrabaixo, 3 amplificadores e demais equipamentos e os participantes aprenderem a afinar, ligar os instrumentos elétricos e tocar. Algo lúdico e de muita empolgação para um início na música. Os educadores Jaci Furquim, Gabriel Soledade e Luciano Soledade ensinaram conceitos de teoria musical, técnicas diversas nos instrumentos como pulsação com apoio e sem apoio, arpejo de mão direita, escalas, acordes, desenvolvimento de repertório, percepção auditiva, prática de banda, ritmos diversos para mão direita até chegarem ao momento da apresentação de final.
 
“Como bem sabemos, a música no desenvolvimento infanto-juvenil contribui para a integração da sensibilidade e da razão, colabora na comunicação, expressão corporal e na socialização, estimula a concentração e a memória além de ser o início de uma possibilidade profissional magnífica. O ano de 2023 foi marcado para nós educadores musicais Jaci Furquim Soledade e Gabriel Soledade Scalco e educador auxiliar Luciano Soledade Scalco com o início do Projeto Oficinas de Cordas Criativas: arte e sustentabilidade PRONAC 191218, oferecidas pela produtora cultural Renovarte e apoiada pela empresa CPFL Energia” comentou o educador musical Gabriel Soledade Scalco.
 
“No decorrer desse ano atendemos 50 crianças e adolescentes entre 8 e 16 anos de idade, da Casa do Pequeno Cidadão dos polos de Marília Santa Antonieta e Padre Nóbrega. Pudemos observar o quanto produtivo e proveitoso foi esse contato. Essas crianças, em sua grande maioria, estão em situação de vulnerabilidade social. Elas iniciaram o curso trazendo consigo problemas emocionais e psicológicos que interferiam na comunicação, na alegria e na confiança. Alguns se mostravam inicialmente resistentes ao contato com os educadores, com baixa concentração e pouquíssimo interesse. Hoje, terminado o primeiro ano letivo, notamos que 90% das crianças e adolescentes conseguiram superar em quase 80% os problemas de concentração e já conseguem manter um diálogo amigável, demonstrando o interesse pelas atividades oferecidas em aula e ficaram muito animadas pela apresentação de final”, frisou o educador musical auxiliar, Luciano Soledade Scalco.
 
“Dentre os adolescentes surgiram alguns destaques, alunos que por terem tido um brilhante desempenho, nos estimularam a lhes oferecer a posição de monitores de curso. Observamos que durante os ensaios para a apresentação de conclusão foram apresentados a eles instrumentos percussivos como bateria, pandeiro, ganzá, entre outros, através do educador auxiliar Luciano Soledade, o que causou grande interesse por parte das crianças. A música, como todas as demais artes, reescreve caminhos, apresenta novas possibilidades, alimenta a autoestima. Enfim, tem o poder de transformar vidas e histórias, a exemplo de Cartola, Elza Soares, Pixinguinha, BB King e muitos outros. Pessoas que, através da música, se transformaram em grandes ícones da música nacional e internacional”, contextualizou a educadora musical e intérprete Jaci Furquim.
 
Ações que beneficiam a todos
 
O secretário municipal de Cultura, André Gomes, ressaltou que a parceria com a Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social sempre resulta em ótimos frutos e que “a apresentação foi um grande sucesso, pois crianças e adolescentes puderam mostrar ao público seus esforços e a satisfação em tocar um instrumento”, disse. “A abordagem prática adotada nas oficinas não apenas estimulou a criatividade, mas também cultivou habilidades essenciais para o crescimento e a integração social dos participantes. O impacto positivo não se limitou apenas ao ambiente das oficinas, como relatado pelos educadores musicais participantes do projeto. Houve melhoria em todos os sentidos destacando a relevância do projeto na formação de cidadãos responsáveis e colaborativos. No âmbito individual, testemunhamos aumento da autoconfiança, descoberta de talentos pessoais e aquisição de habilidades práticas são alguns dos resultados perceptíveis”, ponderou o secretário municipal de Assistência Social, Delegado Wilson Damasceno. Ele agradeceu a parceria com a Secretaria Municipal de Cultura para a realização da oficina de cordas, ao prefeito de Marília Daniel Alonso, coordenadores dos Centros de Convivência Santa Antonieta e Padre Nóbrega, Sheyla Aguiar Oliveira e Mário Eduardo Vidoto, coordenadora da Proteção Social Básica, Mara Cristina Bolognani Navarro, educadores musicais que foram sensacionais e, em especial, às crianças e adolescentes que brilharam na apresentação.
 
“Música e arte são ações que beneficiam tanto o bem-estar pessoal quanto o coletivo. Incentivar atividades culturais e capacitar aqueles que aspiram seguir uma carreira artística é de grande relevância”, ressaltou o prefeito municipal, Daniel Alonso. Ao final da apresentação os alunos receberam a doação de 105 caixas de bombons dos times de Robótica do Colégio Criativo, Codzoom e Criatec (alunos da educadora Sônia Maria Petitto).
 

Fotos: Divulgação
 
 
 
Seta
Versão do Sistema: 3.4.0 - 05/02/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia