Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Marília - SP e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Prefeitura Municipal de Marília - SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
FEV
29
29 FEV 2024
SAÚDE
Dia D em Marília neste 1º de março terá visita a imóveis, bloqueios de controle de criadouros, aplicação de inseticida em 63 pontos e fiscalização mais intensa
enviar para um amigo
receba notícias
Parceria estratégica com a Secretaria da Limpeza Pública foca no apoio à limpeza das ruas e Saúde realizará nebulização em imóveis com alto índice de caso positivo

O Dia D em Marília contra a dengue, que acontecerá neste dia 1º de março de 2024, terá intensificação na fiscalização, visita a imóveis para controle vetorial com retirada de material com água parada, além de tratamento com larvicida em reservatórios não-removíveis. Conforme informou o secretário municipal da Saúde, médico Dr Osvaldo Ferioli Pereira, o Comitê Intersetorial de Combate à Dengue, instituído pelo prefeito Daniel Alonso, se reunirá na manhã desta sexta-feira, dia 1º, para análise das ações e para traçar a programação das novas frentes. “Até o momento, nossa atenção primária tem atendido a demanda e estamos acompanhando diariamente os números, priorizando o atendimento aos casos suspeitos de dengue. Caso necessário, estamos prevendo o reforço da equipe e um horário estendido das nossas unidades de saúde, numa segunda fase”, contextualizou o secretário.

O Dia D de Mobilidade Estadual Contra a Dengue, estabelecido pelo Governo do Estado de São Paulo para este 1º de março, terá intensa programação em Marília. O evento, anunciado pelo Centro de Operações de Emergências (COE), terá a participação das Secretarias de Estado da Saúde, Educação, Defesa Civil do Estado, apoio do Exército Brasileiro e do Conselho de Secretários Municipais de Saúde, o Cosems. A iniciativa inclui atividades especiais nas escolas, orientação à população e fortalecimento das ações de combate à doença nas residências. “Em Marília, iremos organizar bloqueio de controle de criadouros dos casos suspeitos e positivos. Aplicação de inseticida residual em 63 pontos estratégicos, que são locais que abrigam reciclagem, ferro-velho, entre outros ambientes assim. Acompanhamento de canteiro de obras com retirada de material com água parada, além de tratamentos com larvicida em reservatórios não-removíveis”, informou o secretário municipal da Saúde. Dr Osvaldo Ferioli. Neste Dia D haverá ações educativas em todas as unidades de saúde e entrega de panfletos nas escolas da cidade. “Vamos intensificar as atividades de fiscalização e notificação de irregularidades. Importante ressaltar que a parceria com a Secretaria Municipal de Limpeza Pública e Serviços também será intensificada, justamente no apoio à limpeza de vias públicas nas áreas com maior incidência de casos de dengue”, afirmou o secretário Ferioli. Haverá nebulização costal de inseticida em imóveis especiais com alto índice de casos positivos de dengue. Atualmente, conforme dados do boletim da semana epidemiológica 8, Marília possui 1.553 casos confirmados de dengue. Nesta quinta-feira, dia 29 de fevereiro de 2024, duas mortes foram confirmadas pela Secretaria Municipal da Saúde, consistindo assim nos 3º e 4º óbitos pela doença em 2024. O 3º óbito trata-se de uma pessoa do sexo masculino, de 71 anos, portador de doença cardiovascular crônica e cardiopatia. O paciente apresentou o sintoma da doença em 9 de fevereiro de 2024, procurou a rede particular de saúde em 10 de fevereiro de 2024, evoluindo para óbito em 19 de fevereiro de 2024. O 4º óbito de 2024 trata-se de um homem de 90 anos, portador de cardiopatia, que iniciou com o sintoma em 16 de fevereiro de 2024 e procurou a rede particular de saúde em 19 de fevereiro, evoluindo para óbito em 21 de fevereiro de 2024. As outras duas mortes foram de um homem de 85 anos, que possuía problemas cardíacos e diabetes, e de uma mulher de 70 anos, que apresentava doença cardiovascular. O óbito da adolescente de 14 anos, que morava em Marília e que contraiu dengue na cidade de Bariri, vindo a falecer em Jaú, não é contabilizado como de origem em Marília. A Vigilância Epidemiológica de Marília investiga o óbito por se tratar de uma morte envolvendo uma mulher em faixa etária de fertilidade (óbito MIF pelo protocolo do Ministério da Saúde), contudo a dengue não é contabilizada no quadro das estatísticas locais.

Notificações e confirmações em queda

Com os coeficientes de incidência e de notificações de suspeitos demonstrando queda nas últimas semanas epidemiológicas, o que vem chamando a atenção das autoridades sanitárias de Marília é a letalidade do vírus da dengue. Aliás, este cenário, que será um dos assuntos que o comitê intersetorial abordará na reunião desta sexta-feira, dia 1º, foi amplamente discutido inclusive pela equipe técnica da Secretaria Municipal da Saúde de Marília junto ao Ministério da Saúde, na quarta-feira, dia 28 de fevereiro. E como demanda permanente continuará sendo discutido no comitê de enfrentamento na reunião desta sexta-feira, dia 1º de março. Gráfico da Secretaria Municipal da Saúde comprovam as quedas de notificações e de confirmações.

O prefeito Daniel Alonso afirmou que o plano de contingência para o enfrentamento e controle da epidemia em Marília vem sendo cumprido de forma rigorosa numa ação intersecretarial do governo municipal. “O mesmo rigor e eficiência que adotamos para o controle e combate da pandemia de covid-19, implantamos também agora. Tenho a certeza que iremos vencer o mosquito Aedes aegypti. Reitero a necessidade de a população nos auxiliar, fazendo a limpeza de seus quintais e, principalmente, recebendo os nossos agentes de saúde e agentes de controle de endemia. Vamos juntos vencer esta batalha”, concluiu.

 

Fotos: Ramon Barbosa Franco

 

 

Seta
Versão do Sistema: 3.4.0 - 05/02/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia