Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Marília - SP e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura Municipal de Marília - SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
OUT
04
04 OUT 2021
SAÚDE
Saúde Mental realiza curso de capacitação para auxiliares de escrita e agentes comunitários
Ação fez parte do “Setembro Amarelo”, campanha que tem como objetivo a conscientização sobre a prevenção do suicídio

A Prefeitura de Marília, por meio da Secretaria Municipal da Saúde, através do grupo técnico da Saúde Mental, organizou como uma das diferentes ações desenvolvidas no mês de setembro, uma capacitação para os Auxiliares de Escrita e ACS (Agentes Comunitários de Saúde), profissionais esses que recepcionam e mantêm contato direto e constante com os usuários nas unidades de saúde (UBS/ESF) do município.
Como já é sabido, o “Setembro Amarelo” é uma campanha que tem como objetivo a conscientização sobre a prevenção do suicídio, buscando alertar a população a respeito da realidade da prática no Brasil e no mundo, e orientando que a melhor forma de se evitar um suicídio é através de diálogos e discussões que abordem o problema.
A partir das discussões que se tem com as diferentes equipes de saúde e grupos técnicos, foi verificada como se fazia necessária instrumentalizar esses profissionais de informações e orientações para o acolhimento de usuários que apresentam sofrimento psíquico e/ou transtornos mentais.
Com o título “O acolhimento em Saúde Mental na Atenção Primária”, o dr. Klyll Morais de Carneiro, médico psiquiatra que faz parte do grupo técnico, ressaltou o quanto é importante conhecer sobre o tema, a fim de realizar um acolhimento humanizado e assertivo.
Em sua apresentação, o médico apontou os fatores de risco para o suicídio, enfatizando que os principais são a depressão (responsável por 66% dos casos) e histórico de tentativa de suicídio. Também foram abordados os diferentes estágios no desenvolvimento da intenção suicida, como a abordagem cuidadosa faz com que o paciente se sinta acolhido, aumentando o vínculo entre ele e o profissional e que as tentativas de suicídio devem ser consideradas como alerta e pedido de ajuda.
Foi disponibilizado aos 68 profissionais presentes, um Manual do Ministério da Saúde que traz formas de abordar/ajudar a pessoa sob risco de suicídio.
Por fim, ele também apresentou o Fluxograma de Saúde Mental do município, explicando os diferentes serviços disponíveis que são destinados ao cuidado desses pacientes.


Fotos: Divulgação

Secretarias Vinculadas
Seta
Versão do Sistema: 3.1.9 - 17/01/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia