Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Marília - SP e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura Municipal de Marília - SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
OUT
05
05 OUT 2021
CULTURA
Secretaria da Cultura abre inscrições para Oficina “O Cinema brasileiro contemporâneo em 3 atos”
enviar para um amigo
receba notícias
Oficina, ministrada por Bruno Cucio faz parte do programa Pontos MIS do Museu da Imagem e do Som

A Secretaria Municipal da Cultura de Marília está com inscrições abertas para a Oficina “O Cinema brasileiro contemporâneo em 3 atos”, com Bruno Cucio, oferecida pelo Pontos MIS (Museu da Imagem e do Som), instituição parceira por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo.

A Oficina será realizada nos dias 11, 13 e 15 de outubro, das 19h às 21h, pela plataforma zoom. As inscrições podem ser realizadas pelo telefone (14) 3413-6925, com Helder, das 8h às 11h e das 13h às 17h, até o dia 8 às 17h.
Serão oferecidas 50 vagas por cidade, tendo como público alvo qualquer pessoa com mais de 15 anos de idade interessada no tema.

O link de acesso à aula será enviado automaticamente ao aluno no e-mail cadastrado na ficha de inscrição assim como o certificado.

O curso visa promover a discussão sobre o cinema nacional estabelecendo um recorte temporal entre o período da Retomada nos anos 90 até os dias de hoje. Divididas em 3 partes, as aulas propõem um diálogo entre o contexto sócio político cultural e as transformações estéticas que os artistas buscaram como tentativa de representação no período e na atualidade.

Assim, o curso passa pelo o fechamento da Embrafilme e do Ministério da Cultura em 1990, a criação da Ancine no início dos anos 2000, o forte ressurgimento do financiamento e editais públicos, a situação atual da produção audiovisual e diversas análises de filmes do período.

OBJETIVO

A oficina propõe-se a dar ao iniciante no assunto uma perspectiva do que foi construído ao longo desses anos para que ele seja capaz de entender as imagens do audiovisual nacional das salas de cinema de hoje. Dessa maneira, o curso pretende despertar no aluno um interesse sobre a atual cinematografia brasileira de forma que ele continue acompanhando esta produção fora das paredes da sala de aula.

Para que tal interesse aconteça é necessário que o aluno além de criar repertório através de aulas expositivas - passando pelas diversas propostas estéticas realizadas pelos diretores do cinema brasileiro do período abordado - tenha a possibilidade de debater as soluções que os artistas deste cinema brasileiro buscaram realizar em suas representações do mundo.

SOBRE O PROFESSOR

Bruno Cucio é graduado pela FAAP em Cinema, mestre pelo departamento de artes da UNESP e sócio da Travessia Filmes, desde 2009 atua em projetos audiovisuais voltados à produção artística e à formação de público. Foi produtor executivo em Para'í (2018), longa-metragem dirigido por Vinicius Toro e produzido pela Travessia Filmes exibido nos principais festivais do país, como: 51° Festival de Brasília, 20ª Mostra do Rio, 22ª Mostra de Tiradentes e 17° FICI - Festival Internacional de Cinema Infantil, além de importantes festivais no exterior, como: 34° Festival de Guadalajara, 59° Festival de Cartagena e 67° Festival de Mannhein-Heidelberg, entre outros. Dirigiu o curta- metragem Um Homem Satisfeito (2015), exibido no Festival Internacional de Cine de Punta del Este (2016), 26º Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo, entre outros; Até Onde (2013), exibido no canal CINEBRASILTV, ganhador de menção honrosa de melhor filme no 7º Festival Ojo del Sancocho (2014, Colômbia), selecionado para a 17ª Mostra de Tiradentes, entre outros; Será (?) (2012), realizado em parceria com o grupo de teatro Caixa de Imagens e exibido no Centro Cultural São Paulo e no Festival de Cinema de Paranapiacaba.

Coordenou o projeto socioeducacional Circuito Cultural, de 2010 até 2013, além de dar aulas de roteiro e direção em escolas e instituições de ensino, como: Pontos MIS, Instituto de Cinema, SESC, POIESIS, IED - Instituto Europeu de Design, Colégio Bandeirantes, Escola Oswald de Andrade e Escola Carandá Viva Vida.
Foi produtor e curador dos festivais de cinema XI Cinefest Gato Preto, contemplado pelo ProAC Ações de Fomento, em 2014; e Move Cine Arte, em 2012.

 

Foto: Divulgação

Secretarias Vinculadas
Seta
Versão do Sistema: 3.2.5 - 03/08/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia