Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Marília - SP e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura Municipal de Marília - SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
OUT
21
21 OUT 2021
MEIO AMBIENTE E LIMPEZA PÚBLICA
Projeto Doce Futuro recupera área degradada e populariza a meliponicultura na cidade
Ação acontece no bairro Maracá, garantindo a polinização dos alimentos em Marília

O Projeto Doce Futuro, coordenado pelo ambientalista Johnny Thiago Santana, está popularizando em Marília a meliponicultura, criação de abelhas sem ferrão, responsável pela produção de mel e polinização das plantas, permitindo a produção de sementes de várias espécies, muitas das quais fundamentais para a alimentação humana.
Sem a colaboração dessas abelhas, muitas plantas deixam de produzir frutos e sementes, podendo inclusive chegar à extinção. A ação está recuperando uma imensa área degradada no bairro Maracá, garantindo a polinização dos alimentos em Marília
Segundo Johnny Thiago Santana, responsável pelo Projeto Doce Futuro, as portas abertas pela administração pública têm permitido expandir a cultura da criação de abelhas sem ferrão em escala maior, promovendo a educação ambiental sobre o tema, e, principalmente, permitindo que os marilienses conheçam a prática, incentivando outros moradores a iniciarem suas produções.
“A meliponicultura apresenta importância econômica, ambiental e social dentro de diversos nichos e regiões onde ocorrem as abelhas, pois não necessitam de cuidados intensivos e nem investimento elevado na construção de um meliponário. A atividade, inclusive, pode ser desenvolvida por meliponicultores de todas as idades, como crianças e idosos. Além disso, podem ser criadas em áreas residenciais, já que as espécies não apresentam riscos de acidentes. Com o apoio do poder público, estamos conseguindo popularizar esta criação, elevando Marília em todo Estado de São Paulo neste segmento. Atualmente, cuidamos de várias espécies, como Mandaçaia, Mirim-Preguiça, Guaraipo bicolor, Marmelada, Tubuna, Borá, Jataí, Canudo e Mandaguari. As abelhas são responsáveis por quase 80% da polinização das plantas e flores, garantindo a qualidade e quantidade dos alimentos que consumimos. Estamos investindo nesta imensa área verde que há anos sofria com as queimadas urbanas e agora está recebendo o plantio de centenas de árvores nativas, sendo várias melíferas e frutíferas, que também atrairão pássaros ao centro urbano, além de flores que cuidarão das abelhas e embelezarão o local, que estará aberto para visitação pública e servirá com centro de educação ambiental sobre o tema. Marília vem avançando na sustentabilidade, desenvolvendo diversos projetos que estão elevando a cidade no ranking ambiental, e fico feliz por fazer parte nessa história”, afirmou Johnny Thiago.
O Projeto Doce Futuro é apoiado pela Prefeitura de Marília e faz parte do Programa de Gestão Ambiental, coordenado pela Secretaria do Meio Ambiente e de Limpeza Pública.


Fotos: Divulgação

Seta
Versão do Sistema: 3.1.7 - 02/12/2021
Copyright Instar - 2006-2021. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia