Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Marília - SP e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Prefeitura Municipal de Marília - SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
FEV
07
07 FEV 2024
CODEMAR
EMDURB
LIMPEZA PÚBLICA E SERVIÇOS
MEIO AMBIENTE
OBRAS PÚBLICAS
SAÚDE
Prefeitura Municipal de Marília e Secretaria Municipal de Limpeza Pública intensificam os serviços urbanos e de zeladoria em área da cidade com maior incidência de casos positivos de dengue
enviar para um amigo
receba notícias
Força-tarefa de enfrentamento do mosquito Aedes aegypti e de combate à dengue no Município conta com comitê intersetorial instituído por decisão do prefeito Daniel Alonso
Os serviços urbanos, de zeladoria e toda a limpeza pública realizada pela Prefeitura Municipal de Marília continuou nesta quarta-feira, dia 7 de fevereiro de 2024 em pelo menos 10 frentes de trabalho, sendo duas frentes numa exclusiva força-tarefa de combate à dengue nos bairros da zona Norte, região com maior incidência de casos positivos da doença neste ano. A ação conjunta é realizada pelas Secretarias Municipais de Limpeza Pública e Serviços Urbanos, de Obras Públicas e de Meio Ambiente, além do apoio da Codemar (Companhia de Desenvolvimento Econômico de Marília) e Emdurb (Empresa Municipal de Mobilidade Urbana de Marília). O mutirão é coordenado pela Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Vigilância Epidemiológica e Vigilância Ambiental.
 
O trabalho de limpeza faz parte de um plano de guerra elaborado pela Prefeitura Municipal de Marília, Secretarias, autarquias e órgãos municipais por decisão do prefeito Daniel Alonso para conter a proliferação do mosquito Aedes aegypti, que foi colocado em prática nesta semana. Entre terça e quarta-feira desta semana, dias 6 e 7, as equipes da força-tarefa estiveram em áreas do bairro Jânio Quadros, nas proximidades da avenida Francisco Chaves de Moraes, e na nos fundos da Escola Estadual Professora Maria Stella de Cerqueira César, no bairro Palmital.

De acordo com as informações do secretário-adjunto de Limpeza Pública e Serviços, Fernando Oliveira Paes, mais de 51 toneladas de resíduos foram retirados somente de uma área do bairro Jânio Quadros. “Retiramos entulho de construção, podas, lixo doméstico e vários tipos de móveis, como sofá e colchões. Mesmo com equipes no local, ainda presenciamos um morador entrando com pick-up no terreno para descartar entulho. A falta de cooperação de uma pequena fatia da população, colocando em risco a população de toda uma região. Esse morador receberá a devida notificação pela infração”, relatou.

Limpeza na cidade inteira
 
O mutirão de limpeza segue avançando em outras sete frentes de serviço. Nesta quarta-feira, dia 7, os serviços estão nas avenidas Luzia dos Santos, Tiradentes e Esmeraldas, além de vários pontos das regiões do Aeroporto, Jardim Califórnia, Ginásio Neuza Galetti, Parque do Povo e Jardim Bandeirantes.
 
Crime ambiental
 
A Secretaria Municipal do Meio Ambiente ressalta que descartar irregularmente lixo e entulho em área pública ou privada é um crime ambiental, de acordo com a Lei Complementar nº 13/92. O morador que for flagrado cometendo a infração será autuado. A população pode ajudar neste controle denunciando pelos telefones (14) 3408-6700 e (14) 3402-6000 ramal 6094, do Meio Ambiente, ou em contato com a Ouvidoria Municipal por meio dos fones 3402-6000 ou 0800-7766-111, pelo email [email protected], no site marilia.sp.gov/ouvidoria ou ir presencialmente na Rua Quatro de Abril, nº 41, no centro, em horário comercial. Fotos e vídeos podem ser enviados para ajudar aos fiscais na autuação dos infratores.
 
Óbitos
 
Infelizmente, Marília registrou dois óbitos de moradores por dengue na cidade, durante o mês de janeiro. Um homem de 86 anos, que tinha doença cardiovascular crônica e diabetes foi a primeira vítima de 2024. Ele começou a sentir os sintomas no dia 1º de janeiro e veio a falecer no dia 9 do mesmo mês. A segunda vítima foi uma mulher de 70 anos também com doença crônica cardiovascular e diabetes. Ela apresentou os sintomas no dia 4 de janeiro e faleceu no dia 15, devido a complicações pulmonares. Os dois pacientes estavam em atendimento na rede privada de saúde na cidade.
 
Atendimento na rede pública de Saúde
 
Além da limpeza, a Prefeitura Municipal de Marília e a Secretaria Municipal de Saúde estão organizando pontos de hidratação na cidade. Algumas unidades de saúde da atenção básica devem ter o horário estendido para receber pacientes em menor gravidade, liberando as unidades de pronto atendimento e hospitais para tratamento dos casos mais graves. O prefeito Daniel Alonso destacou que o comitê intersetorial está empenhado para proteger os marilienses e evitar maiores impactos. “Publicamos nesta terça-feira o Decreto nº 14.263, de 5 de fevereiro de 2024, declarando a situação de emergência no Município de Marília por epidemia de dengue e instituindo o comitê de enfrentamento da doença e do mosquito Aedes. Com união e trabalho, com apoio da população, vamos vencer a guerra contra a dengue!”, disse.
 
Fotos: Divulgação
 
 
 
Seta
Versão do Sistema: 3.4.1 - 29/04/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia