Ir para o conteúdo

Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Marília - SP
Acompanhe-nos:
Facebook
Instagram
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
JUL
07
07 JUL 2020
MEIO AMBIENTE E LIMPEZA PÚBLICA
Seguindo com a Educação Ambiental prefeitura divulga onde descartar Resíduos da Construção Civil
Objetivo da gestão é fazer com que Marília se torne um município sustentável

Em fase final de construção, os Ecopontos servirão como locais para entregas voluntárias de materiais recicláveis ou reutilizáveis, a serem gerenciados em parceria entre o poder público e as cooperativas de catadores conveniadas, e estão previstos para funcionarem ainda em 2020. Porém, Marília já possui diversos pontos de recebimento de materiais passíveis de reciclagem ou reaproveitamento, visando cuidados ambientais em promoção à sustentabilidade e inclusão social no município.
O objetivo da reciclagem ou reutilização é reduzir a extração de matéria prima diretamente do meio ambiente, evitando danos às áreas suscetíveis de exploração comercial. Com isso, busca-se reaproveitar o material já existente, reutilizando os insumos para a produção de novos produtos que necessitam da mesma matéria prima para sua fabricação.
Diversas empresas e instituições já realizam a coleta de materiais recicláveis ou reutilizáveis na cidade, colaborando com a captação destes itens nocivos ao meio ambiente, quando descartados de forma incorreta, reaproveitando materiais na produção de novos insumos a serem reutilizados no setor industrial.
Por isso a administração do prefeito Daniel Alonso, vem mostrando periodicamente exemplos de materiais que podem ser encaminhados para reciclagem ou reuso, e os pontos de coleta existentes.
Resíduos da Construção Civil
Definição: Resíduos da Construção Civil (RCC): são os provenientes de construções, reformas, reparos e demolições de obras de construção civil, e os resultantes da preparação e da escavação de terrenos, tais como: tijolos, blocos cerâmicos, concreto em geral, solos, rochas, metais, resinas, colas, tintas, madeiras e compensados, forros, argamassa, gesso, telhas, pavimento asfáltico, vidros, plásticos, tubulações, fiação elétrica etc., comumente chamados de entulhos de obras.
Os Resíduos da Construção Civil, segundo a Resolução 307 do CONAMA, está sob responsabilidade dos geradores. Em Marília, as 27 empresas de caçambeiros existentes, organizadas em cooperativa (AMELCA), cumprem essa responsabilidade, encaminhando os materiais para área adequada, onde realizam a triagem e segregação dos resíduos segundo suas espécies. Após separados, cada material tem sua destinação ambientalmente correta, e o cascalho gerado é reaproveitado em contenção de erosões e recuperação de estradas rurais.
Assim, O RCC em Marília cumpre a Política Nacional dos Resíduos Sólidos, estando sob responsabilidade dos geradores, recebendo apoio do poder público com cessão de área para triagem.
“Quando descartados em caçambas, os resíduos recebem a destinação ambientalmente correta. Descartar resíduos de quaisquer espécies em locais públicos ou terrenos baldios é crime ambiental, passível de multa e demais penalidades previstas em legislações específicas”, explicou o Secretário do Meio Ambiente e Limpeza Pública Vanderlei Dolce.
O Interlocutor do Programa Município Verde Azul, Cassiano Rodrigues Leite lembra que “ A Prefeitura de Marília possui legislação própria sobre o tema, com fiscais atuando na área ambiental, e ainda temos a Polícia Militar Ambiental e CETESB fiscalizando descartes em locais de proteção ambiental e atividades que gerem impactos negativos ao meio ambiente”.
O prefeito Daniel Alonso destacou que hoje Marília já tem 70% do esgoto tratado nas Bacias do Pombo e do Barbosa e que entregará brevemente a Bacia do Palmital completando 100%” “Logo que entregarmos a bacia do Palmital Marília terá totalmente seu esgoto tratado. Outro ponto importante para nosso meio ambiente é que pretendemos entregar ainda este ano alguns Ecopontos para o descarte correto de materiais que podem ser reutilizados e recicláveis possibilitando a criação do programa de reciclagem na cidade. Precisamos estar sempre em desenvolvimento, mas tem que ser um desenvolvimento sustentável” disse o Chefe do Executivo.

VINCULADOS À PÁGINA:
Meio Ambiente e Limpeza Pública
Rua: Bahia, nº 40 - Centro/ CEP: 17501-900
Atendimento de Segunda-feira a Sexta-feira das 08 ás 17 horas
Inscreva-se em nossa newsletter e receba informativos
Facebook
Facebook
Instagram
Instagram
Seta
Copyright Instar - 2006-2020. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia