Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Marília - SP e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura Municipal de Marília - SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
JUN
24
24 JUN 2022
DIREITOS HUMANOS
Marília reforça conscientização na “Semana Nacional de Políticas sobre Drogas”
enviar para um amigo
receba notícias

O Dia Internacional de Combate às Drogas é comemorado anualmente em 26 de junho e foi criado em Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), por meio da Resolução nº 42/112, de 7 de dezembro de 1987.
Nesta semana, em alusão à data, o Conselho Municipal de Políticas Públicas de Álcool e outras Drogas de Marília (COMAD) reforça a necessidade da conscientização sobre o uso de substâncias psicoativas e alerta a população para a importância da prevenção.
As drogas podem ser definidas como substâncias capazes de alterar o funcionamento de um ou mais sistemas do corpo humano. Várias substâncias podem, portanto, ser classificadas como drogas, inclusive os medicamentos.
Conforme a legislação vigente, drogas ilícitas são aquelas que têm sua utilização e comercialização proibidas, como a maconha, a cocaína e o crack. Drogas lícitas, por sua vez, são aquelas que podem ser comercializadas, como por exemplo, as bebidas alcoólicas e o cigarro.
A Organização Mundial da Saúde (OMS) reconhece que o uso indevido de substâncias como álcool, cigarro, maconha, crack e cocaína é um problema de saúde mundial, que se relaciona a aspectos culturais, sociais, econômicos e políticos.
O Relatório Mundial sobre Drogas de 2021 (UNODC/ONU) evidenciou que cerca de 5,5% da população mundial usou drogas pelo menos uma vez no último ano e que, deste percentual, 13% apresentou algum transtorno associado ao uso.
Outro agravante identificado foi o aumento significativo do consumo de álcool e tabaco entre os brasileiros no decorrer da pandemia e, no contexto urbano, o elevado índice de violência diretamente relacionada ao tráfico de drogas.
Considerando este cenário, em atenção à Semana Nacional de Políticas sobre Drogas, instituída pela Lei nº 13.840 de 2019, o COMAD propõe a intensificação da difusão de informações sobre os problemas decorrentes do uso de drogas, a divulgação dos pontos de atenção que trabalham ações de prevenção, acolhimento e tratamento na rede de cuidados de Marília e conclama a sociedade mariliense para o debate público sobre as políticas de drogas do município.
O objetivo é conscientizar a população sobre os problemas que repercutem sobre os indivíduos afetados pelas drogas e a população, uma oportunidade para refletir o fenômeno como uma questão de saúde pública que deve ser enfrentada pela adoção de estratégias sob abordagem multidisciplinar em ações de prevenção, tratamento, redução de danos e reinserção social de usuários, reconhecendo a diversidade e pluralidade de fatores incidentes.
Neste sentido, o COMAD elenca a prevenção como eixo central, partindo do pressuposto de que é necessário promover um ambiente que possibilite o pertencimento, o acesso à cidade e o desenvolvimento do bem viver, propiciando a promoção de saúde, perspectivas de futuro e qualidade de vida aos indivíduos e à coletividade, a partir da responsabilidade social compartilhada.
Cabe ressaltar a necessidade da construção de redes de apoio com articulação junto aos diferentes segmentos da sociedade e dos órgãos governamentais, com planejamento voltado a redução dos fatores de risco (que aumentam as chances de envolvimento com álcool e drogas) e fortalecimento dos fatores de proteção (que neutralizam os fatores de risco), identificados nos diversos níveis de convivência desde o âmbito individual, familiar, junto aos pares, em escolas, no trabalho e nas comunidades.
Assim, o COMAD entende que o estímulo à prática regular de atividades físicas, incentivo à atividades artísticas, culturais e sociais são estratégias potentes reconhecidas cientificamente para a manutenção da saúde e bem-estar e que carecem de ampliação e implementação em nossa cidade para que de fato possamos consolidar políticas públicas que impactem a redução do uso e abuso de drogas e suas nefastas consequências, abarcando esta complexa problemática com ações de prevenção desde a infância.


Sobre o COMAD

O COMAD é um órgão deliberativo composto por representantes do governo e sociedade civil, que tem por objetivo definir as políticas públicas municipais sobre álcool e outras drogas. O colegiado é responsável por desenvolver estratégias para o enfrentamento dos problemas relacionados ao consumo de álcool e drogas, promovendo a intersetorialidade e a integralidade de ações para a redução de danos sociais, à saúde e à vida causada pelo consumo destas substâncias.


Serviços

Quem necessita de acolhimento e tratamento devido ao uso de álcool e outras drogas deve procurar: (ver artes)

Seta
Versão do Sistema: 3.2.5 - 03/08/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia