Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Marília - SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
JAN
12
12 JAN 2021
PARCERIAS
Meio Ambiente parabeniza ONG Origem por retirada de 14 sacos de lixo de cachoeira da zona sul
Ação faz parte do projeto Cachoeiras de Marília, que ocorre desde 2013, e agora conta com adesão dos praticantes de rapel

A Prefeitura de Marília, por meio da Secretaria Municipal do Meio Ambiente e de Limpeza Pública, está parabenizando a ONG (Organização Não Governamental) Origem, que no último domingo, dia 11, retirou 14 sacos de lixo de uma cachoeira, localizada na zona sul da cidade.
A ação faz parte do projeto Cachoeiras de Marília, que ocorre desde 2013. Já foram feitas mais de 50 ações e agora conta com a adesão dos praticantes de rapel, dando um novo impulso à iniciativa.
“Só temos que parabenizar a iniciativa da ONG Origem, que desenvolve um grande trabalho ambiental em nossa cidade. Agradeço a esses ambientalistas e a Secretaria está sempre à disposição para parcerias e ações, que visem à preservação do meio ambiente”, disse o secretário municipal do Meio Ambiente e de Limpeza Pública, Vanderlei Dolce.
Nos meses de novembro e dezembro do ano passado foi feita uma ampla ação de limpeza na avenida Cascata, com a instalação de tambores de lixo.
Nas cachoeiras, este já foi o segundo mutirão promovido pelos ambientalistas em 2021. A ação de domingo foi na cachoeira Asa Delta, um local que recebe turistas, nem sempre atentos à importância de levar o lixo do local.
Garrafas pet, embalagens de alimentos, muito plástico e inservíveis domésticos foram coletados. O lixo se acumula em locais que são fundamentais para os cursos d’água, alterando e degradando o meio ambiente.
“É um trabalho de educação ambiental. Precisamos evitar tanto a sujeira dos frequentadores (ação humana direta), quanto das construções de imóveis próximos, uma consequência da ocupação urbana”, disse André Cibantos, que faz parte da Origem.
Ele destacou também a articulação entre grupos que praticam esportes. Junto com os esportistas, a organização cataloga cachoeiras na cidade. São estimadas mais de 50 em Marília e no entorno, a maioria ainda contaminada por esgoto e com acúmulo de detritos, situação que deve melhorar ao longo do tempo com o tratamento nas estações do município.
Além da retirada de resíduos sólidos, as ações já resultaram em reclamações ao Departamento de Água e Esgoto de Marília (Daem), proprietários de fazendas e loteadores.
Os casos não resolvidos viram denúncias à Polícia Militar Ambiental e Ministério Público do Estado e Federal.
Uma das propostas é fixar placas com orientações de educação ambiental nas cachoeiras. O objetivo é informar características do local e conscientizar os visitantes.
“É um trabalho de longo prazo. Estamos incentivando as pessoas a participarem. Se você conhece uma cachoeira no município e deseja ajudar a limpá-la, entre em contato conosco”, convidou André.


Colaboração de Texto: Marília Notícias
Fotos: Marília Notícias

Seta
Versão do Sistema: 2.10.3 - 01/03/2021
Copyright Instar - 2006-2021. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia