Ir para o conteúdo

Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Marília - SP
Acompanhe-nos:
Facebook
Instagram
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
ABR
16
16 ABR 2019
PROCURADORIA GERAL DO MUNICÍPIO
Prefeitura obtém liminar e suspende leilão de prédio da Codasp em Marília

Cidade corria risco de perder importantes órgãos estaduais, como o Escritório de Desenvolvimento Regional e a Cetesb

A Prefeitura de Marília, por meio da Procuradoria Geral do Município, obteve na última sexta-feira (12) uma liminar que suspendeu o leilão do prédio da Codasp (Companhia de Desenvolvimento Agrícola de São Paulo), localizado na rua Andrade Neves, entre a rua Santa Helena e a avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, ao lado do Bosque Municipal – o leilão estava previsto para esta quinta-feira, dia 18.

Caso o imóvel, que tem 20 mil metros quadrados de área, fosse a leilão, Marília poderia perder importantes órgão estaduais, como o Escritório de Desenvolvimento Regional e a Cetesb, entre outros. A liminar suspendendo o leilão foi concedida pelo juiz Luís Cesar Bertoncini.

Nesta terça-feira (16) à tarde, o prefeito Daniel Alonso recebeu, em seu gabinete, servidores estaduais que trabalham naquele local e estavam temerosos com a possibilidade do prédio ir a leilão.

O encontro contou com as presenças do presidente da Câmara, Marcos Rezende; do Assessor Especial de Governo, Dr. Alysson Alex Souza e Silva; e do diretor do Escritório de Desenvolvimento Regional, Cláudio Funai.

“Fomos procurados pelo presidente da Câmara, o vereador Marcos Rezende, e também pelos servidores, que estavam preocupados com o futuro do local de trabalho deles. Entramos em contato com o nosso jurídico para buscar a melhor solução e obtivemos êxito no sentido de suspender o leilão. Agradeço a esses servidores do Estado que demonstraram essa preocupação ao vereador Marcos Rezende, que nos trouxe o caso e pudemos colaborar para que eles e nem a cidade de Marília fossem prejudicados”, disse o prefeito Daniel Alonso.

O diretor do Escritório de Desenvolvimento Regional, Cláudio Funai, destacou a reunião no gabinete. “Havia o risco do prédio ser vendido, o que comprometeria vários órgão estaduais que funcionam no local. Procuramos o presidente da Câmara, que entrou em contato com o prefeito e esta vitória nos deixa felizes. Vamos aguardar o desenrolar dos acontecimentos. O prédio é grande e pode abrigar até mais órgãos do Estado.”

O Assessor Especial de Governo, Dr. Alysson Alex Souza e Silva, falou sobre a vitória na justiça. “Foi uma demanda que veio da Câmara de Vereadores e de pronto a administração acatou, pois havia a preocupação do município perder algumas regionais. Conseguimos de início suspender o leilão. Agora iremos aguardar uma decisão final positiva para depois buscarmos reaver aquela área.”

O presidente da Câmara, Marcos Rezende, enalteceu o diálogo entre a sociedade civil e os poderes constituídos. “Tenho absoluta certeza que esse diálogo permitiu que esta unidade do Estado permanecesse em nossa cidade e isso é motivo de muita alegria para todos nós. Parabenizo o prefeito Daniel, o Dr. Alysson, a equipe da Procuradoria e os servidores do prédio da Codasp que se movimentaram para defender aquele espaço. Foi uma vitória da cidade de Marília.”

Fotos: Mauro Abreu/Assessoria de Imprensa PMM

Rua: Bahia, nº 40 - Centro/ CEP: 17501-900
Atendimento de Segunda-feira a Sexta-feira das 08 ás 17 horas
Inscreva-se em nossa newsletter e receba informativos
Facebook
Facebook
Instagram
Instagram
Seta
Copyright Instar - 2006-2020. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia